Véiculos Elétricos: acredite, é fácil construir o seu!

terça-feira, 3 de maio de 2011




Hoje em dia com a internet muitas pessoas conseguem ter acesso a vários tipos de comunidade, logo o esforço coletivo começa a ter mais vulto quando mais pessoas se ajudam entre si. Além disso com a globalização atual, onde conseguimos comprar qualquer coisa de qualquer lugar e ainda assim por um preço razoável as iniciativas de conversão de veículos movidos a combustão em veículos elétricos torna-se, cada vez mais, uma realidade inclusive nacional.


Geralmente as conversões nacionais que eu tenho visto utilizam veículos com mecânica acessível e simples, além de contar com um veículo mais leve possível, para diminuir o esforço necessário para que motor elétrico não seja tão potente e tenha sua autonomia comprometida. Os carros que já vi serem convertidos são geralmente os modelos da Gurgel, como o Mini e o BR-800, mas também já vi até Kombis serem convertidas, apesar que prefiro os mini carros da Gurgel por terem um projeto mais robusto.


A conversão é mais simples do que se possa imaginar, primeiramente se retira o motor a combustão, deixa-se o sistema de transmissão, e também se retira o tanque de combustível, geralmente se faz isso para ganhar mais espaço para alocar as baterias.


Depois de retirar o motor, acopla-se um motor elétrico que é bem menor que o de combustão, com isso sobra muito espaço na parte frontal para acomodar mais baterias, mas mesmo assim será necessário sacrificar o porta-malas para colocar mais baterias, por isso que se retirar o tanque de combustível ganhamos mais espaço para acomodá-las.


Tendo o motor instalado, o próximo passo é utilizar um controlador que interliga o motor e os controles de acelerar e freio regenerativo, que utiliza a frenagem para carregar as baterias, e por fim interligar as baterias ao motor e a um sistema de mostrador de nível de carga que será o nosso marcador de combustível. Para completar, poderemos utilizar um conversor DC-DC que utilizará parte da energia das baterias para alimentar as partes elétricos da veículo como lanternas, luz de freio etc., esse item pode ser opcional caso se deseje permanecer com uma bateria especificamente para isso.


Abaixo eu detalharei as partes que compõe um veículo elétrico (grandes blocos) já citados:




1-Motor elétrico: propulsão do veículo. Devemos escolher bem esse item, pois além de ser um dos componentes mais caro é mais crucial no rendimento do automóvel;




2-Controlador de potência: este será responsável quando o motorista acelerar, transmitir maior velocidade ao motor, em outras palavras, controlar o motor ou a aceleração do veículo, de modo bem, mas bem resumido é ele que fará o carro acelerar e também a ajudar o carro converter a energia mecânica em elétrica acionando o motor para funcionar para este fim. Para quem não conhece, o motor elétrico é um conversor de energia, quando aplicamos corrente elétrica ele transforma a energia elétrica em cinética (movimento) da mesma forma que ao movimentá-lo, ele transformará a energia cinética em energia elétrica, e assim poderemos carregar as baterias;




3-Conversor DC-DC: para tornar o automóvel mais econômico, vamos retirar o conjunto alternador para carregar a bateria que server para a parte elétrica do carro tradicional, e com este conversor vamos converter a tensão do banco de baterias para a tensão de trabalho do conjunto elétrico do automóvel. Por exemplo, se tivermos um banco de baterias de 84V, teremos que ter um conversor DC-DC para 12v (84-12);




4-Conjunto de Baterias: o combústivel elétrico do nosso veículo;


Abaixo seguem projetos nacionais de conversão de veículos muito bem feitos e que servem de exemplo para quem quer um dia converter um veículo elétrico.






Super Mini do Luciano  para mim é um dos precursores desse geração de conversões nacionais, no blog dele ainda há uma série de informações além de uma parte de perguntas e respostas que ele tira de todos que tenham qualquer dúvida.






O Gol Elétrico do Elifas, esse projeto é um dos melhores por que seu idealizador e construtor utilizou todos os recursos mais avançados disponíveis, contando inclusive com baterias de lítio que garante uma autonomia muito maior do que das tradicionais baterias de chumbo.




9 comentários:

  1. Fala Gabarito!
    Legal seu blog cara...Continue assim!
    Um grande abraço!
    Guilherme Maximiliano Lima

    ResponderExcluir
  2. gostaria de saber mais sobre o carro elétrico, pois quero construir um.

    ResponderExcluir
  3. Oi amigo sempre tive vontade de construir um carro elétrico,só não sabia onde obter as peças e o passo a passo do projeto.como eu em contro um bom motor elétrico?
    meu nome é Jesualdo ou se preferir ( DUCA) email ofvida@hotmail.com Tel- (82) 9680-3740 / 88634151

    OBS: Shayenne Kessia é minha filha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure motores de empilhadeiras de 48 volts

      Excluir
    2. Procure motores de empilhadeiras de 48 volts

      Excluir
  4. Oi amigo sempre tive vontade de construir um carro elétrico,só não sabia onde obter as peças e o passo a passo do projeto.como eu em contro um bom motor elétrico?
    meu nome é Jesualdo ou se preferir ( DUCA) email ofvida@hotmail.com Tel- (82) 9680-3740 / 88634151

    OBS: Shayenne Kessia é minha filha.

    ResponderExcluir
  5. Descobri que tem como rebobinar o motor baseado no próprio importado .
    Alguém sabe os cálculos ?
    djdmcmagal@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. GOSTARIA D SABER QUE TIPO DE BATERIA SE UTILIZA E QUAL O CUSTO DESSA BATERIA

    ResponderExcluir