iPad lento e com pouco espaço?

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014


Possuo um iPad que utilizo em minhas aulas que, depois de um bom tempo de uso, comecei a notar um pouco de lentidão. Meu modelo é o iPad Mini e utiliza o iOS 8, apesar de muitos usuários terem reclamado no início sobre lentidões não havia notado nada de diferente depois que atualizei.

O fato marcante sobre o meu uso é a utilização do Noteshelf para me organizar e me ajudar nas aulas que leciono, escrevendo comentários direto no PDF e adicionando fotos e demais informações.
Conforme o uso crescia neste aplicativo, percebi que o iPad estava cada vez mais lento e então decidi eliminar arquivos desnecessários. Entrei em cada aplicação e fui apagando os arquivos internos, mas no iPad ou em qualquer outro dispositivo que funcione com o iOS e MacOs é comum o uso de Caches e eles, em algumas ocasiões, podem utilizar bastante do armazenamento.


Em tese, para liberar o armazenamento cache dos aplicativos é necessário removê-los e depois reinstalá-los, conforme própria orientação da Apple, uma vez que não existe nenhuma funcionalidade de limpar o Cache. Diante disso, pesquisei por alguma aplicação que pudesse limpar ou até mesmo acessar as pastas de arquivos dos dispositivos em iOS e encontrei o iFunBox.


O iFunBox é um gerenciador de arquivos para dispositivos iOS e com ele é possível apagar qualquer pasta do dispositivo, principalmente as pasta Cache. Possui versões para MacOs e Windows. Seu uso é mais recomendável em um desktop, mas também é possível instalar no próprio dispositivo iOS.

Ao abri-lo, é possível visualizar todos os aplicativos instalados. Para apagar a pasta Cache primeiramente é necessário abrir a pasta da aplicação e navegar até a pasta Library. Dentro dela há a pasta Cache e então basta apagar todos os arquivos existentes.



Ao abrir o pacote do aplicativo você verá uma estrutura de pastas, a que nos interessará será a Library, abra ela. Agora, com a pasta Library do Facebook (ou de qualquer outro aplicativo que consuma espaço) você deverá encontrar a pasta Caches, e eliminá-la.



Apagar a pasta Caches fará com que o aplicativo elimine todos os arquivos temporários, tais como fotos, que consumem um bom espaço. Clique com o botão direito sobre o ícone da pasta e escolha a opção Apagar.

Fonte iPad Dicas.


Leia mais ...

Novo artigo na revista easy Java Magazine 41: Twitter4J API: Conhecendo a API

terça-feira, 8 de julho de 2014


Publiquei mais um artigo de capa da revista easy Java Magazine. O tema abordado desta vez é a exploração dos principais aspectos e funcionalidades da API Twitter4Java.
Twitter4J API: Conhecendo a API

Hoje em dia, com o grande número de dados disponíveis, sobretudo nas redes sociais, extrair informações úteis e interagir de forma ágil para a tomada de decisões representam um grande desafio.

Neste contexto, o desenvolvimento de sistemas que possibilitam obter esses dados, correlacioná-los e transformá-los em informações úteis é de grande valor para diversos ramos de negócio, especialmente para os que demandam mais contato com o cliente.

Diante desse desafio, este artigo propõe o uso da API Twitter4J para viabilizar a integração com o Twitter e assim explorar suas diversas funcionalidades objetivando a coleta, busca e análise de dados, como também formas de interação automatizadas cada vez mais eficazes.
Para ler a revista acesse easy Java Magazine 41.
Leia mais ...

Alterando a Direção de Rolagem (Scroll) do Mouse e Trackpad no MacOS

sábado, 6 de julho de 2013

Usuários do Windows, muitas vezes tem um certo problema na adaptação com a direção invertida da barra de rolagem dos aplicativos enquanto estamos no MacOS. Principalmente quando no trabalho utilizamos o Windows e, em casa, utilizamos o MacOS.
No meu caso, que sempre alterno entre os dois sistemas operacionais, tive a necessidade de padronizá-los, pois do contrário, sempre me atrasava ao me readaptar a cada ambiente.
Abaixo explico como é simples alterar a direção de rolagem tanto do mouse quanto do trackpad e com isto ter uma única direção de rolagem entre diferentes sistemas operacionais. Optei por alterar no MacOs por ser bem mais simples.

Mouse
  1. Acessar Maçã Apple -> Preferências do sistema -> Mouse.
  2. Desmarcar a opção "Mover conteúdo na direção do movimento do dedo ao rolar ou navegar" 


Trackpad
  1. Acessar Maçã Apple -> Preferências do sistema -> Trackpad
  2. Clicar em "Rolagem e Zoom"
  3. Desmarcar a opção "Direção da rolagem: natural"

Leia mais ...

Novo artigo na revista easy Java Magazine 30: Refatoração na prática: casos comuns

domingo, 30 de junho de 2013


Publiquei mais um artigo de capa da revista easy Java Magazine. O tema abordado foi a apresentação dos casos comuns de refatoração, em alguns deles utilizando novos recursos do Java 7.

Refatoração na prática: casos comuns

Este artigo apresenta exemplos e cenários comuns no uso de refatoração, servindo como um guia prático para a aplicação desta técnica no dia a dia da equipe de desenvolvimento.

Para ler a revista acesse easy Java Magazine 30.
Leia mais ...

Instalando Android Jelly Bean (4.12) no Galaxy S2 (GT-I9100)

quinta-feira, 30 de maio de 2013

O Android 4.1.2 para o Galaxy S2 foi liberada pela Samsung e aqui temos o processo completo para você instalar ela no seu aparelho. Essa versão do Android Jelly Bean para o Galaxy S2, foi disponibilizada na Europa, mais especificamente para a Espanha, e com ela você vai deixar o seu aparelho muito melhor. Mesmo a ROM sendo da Europa é possível configurar o idioma para Português Brasileiro sem problemas, na verdade o processo de configuração é como se fosse uma ROM nacional em termos práticos.

Nesse artigo vou focar só no processo de atualização, os detalhes da ROM vou deixar para um outro artigo mais especifico sobre o que a versão trouxe para o aparelho. De momento essa versão dá uma nova cara para o Galaxy S2, trazendo a nova interface Nature UX, a mesma que está sendo usada no Samsung Galaxy S3.


Recomendações

Recomendo a leitura de dois artigos importantes. O primeiro é o que deixa claro a questão sobre a instalação de roms feitas para outros países. Você não precisa esperar para que uma versão oficial chegue ao Brasil pelas mão da Samsung.

Lembre-se de salvar todos os seus dados como fotos e musicas.

O procedimento aqui discutido é muito simples e rápido. Se ocorrer algum dano ao seu aparelho causado por você logicamente não serei responsável. Apesar de fácil, faça com cuidado e por sua conta em risco.
Arquivos necessários

Versão do Android 4.1.2 Jelly Bean
Para baixar a ROM oficial para o Galaxy S2 Clique aqui para baixar

Programa KIES
Faça o download do programa que instalar os drivers no PC. Clique aqui para baixar

Programa Odin v1.85
Essa é a ferramenta que vai instalar essa ROM em seu aparelho. Clique aqui para baixar
Pré-Requisitos

Falando em Wipes, recomendo que depois da instalação sejam realizados todos os tipos de Wipes no aparelho. Fazendo o chamado Full Wipe você vai excluir arquivos que podem dá conflito com a nova versão

Deixe sua bateria totalmente carregada. O processo é rápido, mas não custa nada ter o aparelho com carga total. E o arquivo da ROM deve ser extraído em um local de fácil acesso em seu PC para quando for usar no programa Odin.
Procedimento de instalação

O processo é simples e tradicional. Usando o programa Odin que sempre nos acompanhou.
  1. Abra como administrador o Programa Odin
  2. No botão PDA selecione o arquivo que foi extraído da ROM
  3. Desligue o telefone, vamos colocar ele no modo download.
  4. Ligue segurando os botões de volume para baixo + botão Home + botão de ligar
  5. Você verá uma tela de atenção, para continuar aperte o botão de volume para cima
  6. Conecte o aparelho no cabo USB e depois no computador
  7. Odin vai reconhecer o aparelho e irá mostrar uma porta ID:COM na cor amarela
  8. Confirme se as opções “Auto reboot” e “F. Reset Time” estão marcados
  9. Agora clique em START e espere todo o processo de atualização terminar
  10. Se o sistema ficar em loop na inicialização da Samsung realize os procedimentos de Wipe descritos abaixo.

Efetuando Wipes Depois da Instalação

Desligue o seu aparelho e depois ligue com a seguinte sequência: “botão de aumentar volume” + “botão central” + “botão ligar”. Deixe ligar mais não solte os botões, os deixem selecionados até abrir uma tela com algumas opções. Isso é o Modo Recovery do Galaxy S2.

Para finalizar selecione as seguintes opções: Wipe Data/Factory Reset e confirme a formatação. Logo em seguida selecione o Wipe Cache Partition.

Em algumas versões de modo recovery tem uma outra opção chamada Advanced, se você tiver essa opção, selecione ela e siga até Wipe Dalvik Cache e confirme. Depois escolha o Wipe Battery Stats para finalizar. Se o seu aparelho não tiver essa opção Advanced, não tem problema, pode seguir sem fazer esse passo.

Desligue o aparelho normalmente e espere ele iniciar o sistema.

Artigo retirado e adaptado de SmartZone. Para mais detalhes acesse diretamente o site, pois há bastante materiais e tutoriais que auxiliam na instalação de ROMs em diversos tipos de aparelhos.
Leia mais ...

Utilizando DTS Wizard no SQL 2008 e 2005

quarta-feira, 17 de abril de 2013



Geralmente quando migramos da versão do bom e velho SQL 2000 para a versão 2005 ou 2008 damos falta do utilitário de importação e exportação de dados, o Data Transformation Services Wizard ou simplesmente DTS Wizard, que era uma funcionalidade embutida do gerenciador de banco de dados da versão do SQL 2000.
A boa notícia é que mesmo que no gerenciador de banco de dados, ou SQL Enterprise Management 2005 ou 2008, não termos acesso a esta funcionalidade embutida diretamente. É preciso configurar como uma ferramenta externa e assim utilizá-lo da mesma forma como utilizamos no SQL 2000.
Para configurar, incie o SQL Enterprise Management. Depois vá no menu Ferramentas>Ferramentas Externas (dependendo do idioma da versão os menus podem ter outros nomes).



Na tela de configuração de Ferramentas Externas (figura acima), configure um nome, por exemplo "DTS Wizard", e depois, em Comando, clique em "..." e busque a localização do utilitário que fica no seguinte endereço, a depender da versão do SQL:


  • SQL 2008: \Program Files\Microsoft SQL Server\100\DTS\Binn\DTExec.exe
  • SQL 2005: \Program Files\Microsoft SQL Server\90\DTS\Binn\DTExec.exe

No caso de sua versão possuir os arquivos acima mencionados, pode ser que sua versão do gerenciador de banco não incluiu este utilitário, não é comum isso ocorrer. Neste caso basta fazer o download do utilitário neste link da Microsoft.



Depois de configurado o atalho, ele ficará disponível no menu Ferramentas Externas. E ao acessá-lo será aberto como se fosse uma outra aplicação. Isto é bem útil por libera o gerenciador do banco de dados para trabalhar enquanto uma importação ou exportação é realizada, diferente da versão 2000 que travava o gerenciador durante esta atividade.




Leia mais ...

Gauge Degrafa no Flex 4

terça-feira, 16 de abril de 2013


Durante meu trabalho de converter algumas aplicações críticas para o Flex 4 tenho encontrado uma certa dificuldade em localizar versões compatíveis de algumas bibliotecas SWF. Um dos componentes que enfrentei esta dificuldade foi em relação ao excelente componente Gauge (ou medidor) que utilizo em diversos dashboards (painéis de controle).
O componente Gauge é implementado pela biblioteca gráfica Degrafa, que reúne uma série de componentes para construção de objetos gráficos estáticos ou dinâmicos. Esta biblioteca já possui uma versão atualizada para funcionar no Flex 4.
Mesmo utilizando o Degrafa na versão para o Flex 4 o componente Gauge que havia em meus projetos do Flex 3 foi implementado de forma que não é compatível com os componentes do Flex 4.
Após pesquisar bastante, encontrei um projeto de Gauge no Gitub para o Flex 4. Em tempos de escassez da tecnologia Flex foi um pouco trabalhoso encontrar este link, pois o encontrei somente em uma página em cache na busca do Google, motivo este que me obrigou a postar esta solução.
A implementação do Gauge do Flex 4 é praticamente idêntica ao do Flex 3, portanto pode ser utilizado na conversão de projetos sem grandes problemas.
É possível também verificar o Gauge em funcionamento neste link que conta com acesso aos códigos fontes. 
Leia mais ...